A triste consequência da incredulidade

Chegamos ao último capítulo do livro de Deuteronômio, livro onde o SENHOR DEUS está preparando aquela geração para entrar na terra prometida. Eles já estão bem próximos da terra e se preparando para tomar posse dela.

E nesse capítulo temos a triste constatação de que o pecado traz muitas vezes sérias consequências para nossas vidas.

Moisés sobe ao cume do monte Nebo e vê parte da terra que fora prometida aos seus antepassados, mas ele não pode entrar na terra, pois embora o SENHOR DEUS tenha perdoado o pecado dele relatado lá no livro de Números 20 as consequências não foram eliminadas, e por conta da incredulidade de Moisés descrita em Números ele não pode entrar na terra.

DEUS em Sua graça e misericórdia nos perdoa, mas também permite que o pecado apresente suas consequências em nossas vidas. Ele não teve permissão de usufruir o que fora prometido para seus antepassados por conta de sua atitude.

E o capítulo termina fazendo uma avaliação do ministério de Moisés, mostrando que nunca houve ninguém como ele, sendo ele uma pessoa admirável e de um relacionamento muito próximo com DEUS, mas mesmo tudo isso não evitou que ele sofresse as consequências do seu pecado.

E a grande verdade para nossas vidas é que com o pecado não se brinca, pois DEUS embora gracioso e grande em misericórdia também é um DEUS justo que não deixa o pecado sem a devida retribuição.

Que hoje seja o dia para deixarmos para trás pecados que estão já em nossas vidas já faz algum tempo e ainda não consideramos lidar com eles de maneira séria.

Que DEUS abençoe seu coração hoje!

Edifique a vida dos seus amigos, conhecidos e familiares compartilhando nossas reflexões no Facebook e curta nossa página.