Curta, divulgue e acompanhe nossa página no Facebook e acompanhe nossos devocionais

pesquisa-falha

Nossa história prossegue, chegando ao capítulo 33 do livro do Êxodo. Êxodo é o livro que tem como assunto predominante a presença de DEUS com seu povo, que se manifesta como a presença libertadora, guiadora e exigente. O povo está nas proximidades do monte Sinai e Moisés subiu a presença do SENHOR para receber os termos da aliança que está sendo estabelecida entre o povo e DEUS.

Nesse meio tempo, o povo havia perdido a paciência, cansaram de esperar Moisés e fizeram um ídolo para ser o seu deus. Essa triste história descrita no capítulo 32 termina de maneira preocupante, onde o povo recebe a punição pelo seu pecado. E no capítulo 33 percebemos que o pecado do povo traz consequências, que são o afastamento e a ruptura da comunhão com DEUS.

A relação não está terminada de maneira definitiva, mas há um afastamento causado pelo pecado. DEUS diz que não irá mais com eles na caminhada rumo à terra prometida a seus antepassados, consequência do pecado!

Que tristeza! O povo da aliança começa a sentir os efeitos práticos da atitude impaciente e impensada do capítulo anterior.

E assim também para você, DEUS quer ter um relacionamento real, mas o seu pecado vai te afastar DELE e romper essa comunhão. Sem confissão e arrependimento não há restauração da comunhão.

Não se esqueça, o pecado traz consequências práticas para sua vida. Não se engane achando que pecado afeta somente a parte “espiritual”. DEUS mostra de maneira real e concreta os efeitos do pecado na vida e no dia-a-dia do seu povo.

Que DEUS abençoe o nosso coração!

Anúncios