Curta, divulgue e acompanhe nossa página no Facebook e acompanhe nossos devocionais

agua

Chegamos ao capítulo 17 do livro do Êxodo (se você não leu nosso estudo anterior no capítulo 16 clique aqui), onde o povo de DEUS, os israelitas estão no deserto, depois da libertação realizada por DEUS na pessoa de Moisés.

Eles estão caminhando no deserto em direção ao monte Sinai, e no meio do caminho surgem crises e mais crises! A primeira delas é a ausência de água que no deserto realmente se torna um problema crítico. Entretanto é importante notarmos a atitude do povo diante da dificuldade. Faltam fé e confiança em DEUS e sobram queixas, lamentos e reclamações. Isso fica claro no verso 3 onde o povo sugere que a libertação realizada por DEUS foi apenas um motivo para tira-los do Egito e mata-los de sede no deserto. Quanta ingratidão!

Mas mesmo com tanta reclamação DEUS continua sendo bondoso e generoso, provendo a água necessária e mostrando que ELE cuida do seu povo mesmo nas pequenas coisas do dia-a-dia.

E a segunda crise que surge no capítulo agora é uma ameaça externa, onde um outro povo daquela região, os Amalequitas, resolvem atacar Israel. Moisés prontamente prepara as defesas do povo e levanta um general, Josué, para comanda-los em batalha, e novamente o cuidado e proteção divina são visíveis quando o exército israelita vence!

E o que podemos aprender nesse capítulo é que muitas vezes os problemas surgem tanto internamente quanto externamente. A falta de água e os inimigos foram ameaças reais, porém o que realmente contava era a reação do povo. Cuidado, pois a falta de fé de confiança em DEUS podem leva-lo a uma vida de queixas, discussões e reclamações.

Que DEUS nos abençoe!

Anúncios