Curta, divulgue e acompanhe nossa página no Facebook e acompanhe nossos devocionais

salary-negotiation

Êxodo capítulo 10 continua narrando a história da escravidão dos israelitas no Egito, como DEUS levanta Moisés para liberta-los e o grande embate entre o SENHOR DEUS e o poderoso Faraó.

DEUS tem derramado seus juízos sobre aquela nação, mas Faraó permanece irredutível e não liberta os israelitas!

No capítulo 10 DEUS envia o juízo dos gafanhotos sobre o Egito que devorarão toda erva da terra, e o Faraó tenta negociar os termos da libertação, propondo que somente alguns israelitas saiam para prestar culto a DEUS. Evidentemente essa proposta não é considerada e juízo divino abate mais ainda a nação do Egito.

O próximo juízo são as trevas, provavelmente ocasionadas por uma grande tempestade de areia. Esse juízo tem grande relação com a divindade egípcia Ra, o deus sol, que não consegue mais iluminar, mostrando-se assim incapaz de sobrepor o Deus dos israelitas, o SENHOR DEUS.

E por conta da grande calamidade, o Faraó tenta mais uma vez negociar os termos da libertação, propondo que eles vão mas que seus gados fiquem. E novamente a proposta não é aceita e a situação continua complicada!

E a grande verdade para nosso coração é o fato de que obediência ao SENHOR DEUS deve ser integral e completa. DEUS não aceita barganha e Sua vontade deve ser cumprida plenamente em nossas vidas. Meia obediência não é obediência.

Quantas pessoas “obedecem” a DEUS somente até onde convém, ou vão somente até a metade do caminho, achando que DEUS se contenta com algo menos do que obediência completa e total.

Obedecer é sempre melhor, e obediência que traz a benção deve ser completa!

Que DEUS nos abençoe!

Anúncios