Se gostou curta, divulgue e acompanhe nossa página no Facebook

montanhas

Continuando o projeto “Dia a Dia na Palavra 2017” (para saber mais leia aqui) vamos ler e meditar em Gênesis capítulo 22

Capítulo 22 começa de uma maneira bem especial, onde o SENHOR DEUS fala mais uma vez com Abraão e nesse momento DEUS dá uma ordem clara, simples e direta para ele:

“Abraão, sacrifique seu filho”

É isso mesmo que você leu, DEUS propõe a Abraão que ele vá e ofereça seu filho (o filho da promessa) ao SENHOR DEUS em um lugar indicado por ELE. Sem explicações, sem detalhes, sem justificativas, a ordem é clara, a obediência deve ser imediata.

Mais impressionante é a resposta de Abraão registrada no verso 3:

  • Levantou-se Abraão de manhã cedo
  • Preparou o que era necessário
  • Partiu

E muitas vezes fica-se a pensar e imaginar qual era o estado de espírito de Abraão, alguns dizem que ele estaria angustiado, outros que ele estaria ansioso, mas o que temos realmente de informação a respeito disso é: NADA!

O texto sagrado não registra como Abraão estava porque isso não é importante, pois Abraão ao obedecer prontamente entende que a “loucura de DEUS” é sabedoria, ainda não revelada.

O aparente absurdo revela que a confiança em DEUS deve ser pesada contra o senso comum e o afeto humano, ou seja, contra tudo o que era terreno naquele momento.

E o texto nos mostra que Abraão levou a tarefa até o fim, sendo que no último instante foi impedido de sacrificar seu filho, oferecendo um animal no lugar dele.

E vemos em tudo isso que no final das contas obedecer é uma atitude de fé, voluntária e consciente, e que pode muitas vezes parecer “irracional” aos olhos do presente, mas que se feita de acordo com a vontade de DEUS, revelará a sabedoria divina.

Abraão creu e obedeceu, simples assim.

E você? Obedecer a DEUS depende da situação e do momento? O que você estaria disposto a sacrificar para obedecer ao SENHOR?

Que DEUS nos abençoe!

 

Anúncios